Páginas

terça-feira, 20 de agosto de 2013

Sobre a pré escola .... ou sobre estar perdida no assunto

Então que o dilema de hoje reflete em cima do assunto pré (ou nem isso) ....tem um tempinho ? então vem comigo ...

Minha pequena faz aniversário em 14/06 ou seja algumas escolas "pegariam" ela ano que vem no inicio do ano como pré e algumas não.

Eu não sei bem o que fazer com este assunto pq .... escolas da prefeitura que na minha cidade já recebeu premiação como exemplo na educação funciona como pré apenas meio período e eu te pergunto, faço o que com a criança o outro meio período ? E u não sei as outras mães e aceito "pitaco" mas meu emprego não é nada nada flexível.

Escolas particulares são ótimas e eu andei pesquisando algumas mas gente como diria minha grande amiga Martha o que é isto a criança vai se formar em medicina com 5 anos ? pq o valor varia entre 2 e 3 mil ... tá, vai daqui e dali encontrei uma bacaninha sistema Anglo de ensino (horta, musica, culinária, lego zoom seja lá o que isso significa) uniforme amarelinho (pq mãe se preocupa até com isso kkkkk) e advinha ? preço bacana (pra mim que já estava pensando em virar hippie pq minha amiga Martha continua achando caro), ponto positivo pq ela entraria ano que vem já no pré, pq ela continuaria lá pelo menos até terminar o ensino fundamental, mas todavia, contudo, no entanto tb é meio período .... então que não recebo nenhum tipo de comentário que não seja "ah se for para ficar meio período que seja na da prefeitura mesmo" (by mamis), ah você pode parar de trabalhar (by marido) sim claro amore dai posso tb ensinar ela em casa já que não teríamos dinheiro para pagar a tal escola particular.

Enfim só eu tenho este tipo de problema ? alguém ai já passou por isso e pode me dar um help ?

Desculpe o texto confuso mas minha cabeça esta confusa mesmo ... apenas mais um dia real na pele de uma mãe da vida real.

Bju e até o próximo post

9 comentários:

karina Camargo disse...

Realmente não é fácil!
Como alguém te disse,nesse caso de período integral,o que na minha opinião você deveria fazer é matriculá-la numa Municipal.
Ou meio período numa particular,caso você tenha alguém da família que possa ficar com ela no outro período.
Bjs

http://paraminhaalice.blogspot.com.br/

Nanda Gonçalves disse...

amiga é decisão tem que ser somente sua se para de trabalhar,
se vai colocar na escola creche particular ou publica tem que ser dos dois o melhor mesmo é pensar direitinho e toma essa decisão com calma

linda tarde bjs

http://sermamaepelasegundavez.blogspot.com.br/

Cantinho da Fabi disse...

mas hoje em dia quem cuida dela ??

Beijos

Kaah Maia disse...

Nossa amiga jura que é R$2.000 ?
Meu Deus nem a minha faculdade é tão cara O.o

MENINA QUE KI É ISSSSSSSOOO ... QUE LINDEZA , QUE TUDO LINDO QUE TUDO MARAVILHOSO QUE TUDO INCRIVEL , AMEIIIII A NOVA CARA DO BLOG , TA UM CHARME LINDO LINDO LINDO *~~*

Bjos na gatinha <3

Flávia Brito disse...

Como assim 2 e 3 mil? Que absurdoO!! Caríííssimo. Olha, não é fácil não viu, depois da pré escola aí começa a alfabetização? Eu nem saberia por onde começar sabe, porque aqui a escola de Marina funciona em grupos, por exemplo, agora ela está no grupo 3 e tem atividades para crianças de 3 anos, no ano que vem vai para o grupo 4 que ainda é pré escola.

Mas, desculpa tá, se é para colocar um turno eu colocaria na municipal, já que é muito boa.

Beijos e boa semana!!

Renata Diniz disse...

Xiiiii.... Não sou a mais indicada para opinar. Sempre morando em cidade diferente dos meus pais, cuidei de Laura sozinha, parei de trabalhar porque não tinha com quem deixá-la. Que Deus ilumine a sua cabecinha para encontrar a melhor saída. Beijo!

Patricia Martins Fagundes disse...

Oi, Si, querida.
Nem me fale é de fazer 'bater pino', mesmo; quando meus guris eram pequenos - e isso já faz teeempo...- meio período escolinha e no outro com a minha mãe, isso quando não conseguia conciliar o meu horário da escola, com o deles; houve um tempo, 4 anos, em que trabalhei na Educ. Inf., e, os dois ficaram comigo, na mesma escolinha.
Agora, com a Débora, a decisão foi ficar em casa com ela, porque hoje, minha mãe já não tem condições físicas para cuidar dela; pagarmos uma pessoa, com tudo certinho, iria trocar moeda, além de delegar a uma pessoa estranha uma convivência que pode(ou não, veja bem! cada caso é um caso)influenciar diretamente na educação da nossa pequena.
Mas, ano que vem, pretendo colocá-la meio turno na escolinha, para que tenha convívio, possa interagir com mais crianças, porque coitadinha é rodeada só por adultos. Ai já viu, tem seus muitos prós, mas alguns contras também.
Mas, o foco é o que fazer, né?
Sei, não! rsrs. è uma dúvida terrível!
Sentem, conversem, quebrem muito a cabeça, mas, cheguem juntos a um ponto comum. E, toda sorte do mundo na decisão!
Beijos cheios de afeto.

Re disse...

Si, vou te falar, nada fácil mesmo..parece que qdo estão na ed infantil, tem um mundo de escola integral, alias, acho que todas, mas depois, qo temos que buscar um colegio para os próximos anos, elas somem. Olha, na minha busca insana por escola pra manu, devo ter visitado umas 10, dessas acho que só umas 3 / 4 tinham a opção de integral, o resto era se vira nos trinta. Acabei optando pela que tinha, memo hj eu nao precisando, afinal a gente nunca sabe o dia de amanha. Boa sorte.

Mirian Vieira disse...

Essa decisao, refletira diretamente a quem mais lhe importa. Entao, que seja tomada da melhor maneira possivel. Dentro de suas possibilidades financeiras e mais ainda, dentro de sua espectativa. Infelizmente, nos dias de hoje, boa educacao esta associada a um alto custo. Por isso, a decisao de achar caro ou nao, deve ser de quem tirar do bolso. E mais, escolas em periodo integral sao, na dura realidade, este preco mesmo que vc citou. Seus dilemas sao cabulosos, mas nao impossiveis. Se pensar positivo e correr atras de informacao, tudo dara certo.