Páginas

quinta-feira, 26 de abril de 2012

Coração aflito

Mascotinho tem uma pulguinha que teima em não sair daqui.

Domingo a mamãe, o papai e a vovó (mãe da mamãe) fomos cuidar dos finalmentes da casa nova (se Deus permitir entre sabado e domingo estamos nos mudando) e ai que você acabou ficando com a Tia Lilian e o Tio Sid (Jorge, Matheus e Luiz Felipe) e eu que pensei que a limpeza seria facil e que não demoraria tanto para voltar e te pegar quando cheguei você já estava dormindo e com uma mordida na bochecha destas que parece que quem mordeu só soltou depois que alguem puxou, e ai que quando te peguei no colo para levar para casa você acordou e sim você estava de mal de mim .... eu chorei complusivamente por alguns minutos sentindo uma tristeza sem fim PAUSA agente já sofre de ter que deixar o filho ainda mais em um domingo que é o dia da familia reunida DESPAUSA e ai que nada do que eu fizesse naquela noite fazia você aceitar o meu colo e quando questionada você respondia que estava triste com a mamãe e com uma voz de choro sincero como se aquilo tivesse sido imperdoavel, e ai que estavamos todos muito cansados e dormimos bem agarradinhos (eu, vc e o papai).

Na segunda feira te deixei na escolinha e você chorou de uma forma diferente (normalmente você faz um chorôrô mas este foi diferente), e então que hoje já é quinta feira e você simplesmente não aceita ir para a escolinha, você chora como se fosse uma especie de desespero e eu sinceramente não sei o que esta acontecendo pq não é somente o choro todos os dias vem um bilhete da escola dizendo que você se recusa a se alimentar (nem suco, nem fruta, nem sopa, nem almoço, nem lanche, nem nada).

Meu coração esta aflito, minha cabeça esta bagunçada e eu não sei o que fazer para mudar esta situação.

PAUSA eu não sei se seu comportamente mudou por conta do ocorrido no domingo ..... eu não sei se aconteceu alguma coisa na escola e você ainda não sabe me contar .... eu não sei se é apenas sua maneira de agir quando contrariada .... eu não sei o que fazer, até mesmo pq eu não tenho tantas alternativas assim ....DESPAUSA

Com amor infinito .... mamãe 

23 comentários:

Martha disse...

Si... fiquei com um aperto aqui.. pq hj tbm senti isso.!!! Marido chegou de viagem.. e Laís que sentiu muita falta dele dessa vez, ficou com uma cara de magoa quando colocamos o uniforme.. nem chorou, nem nada.. mas ficou com aquela carinha de decepção, sabe!!
Sei que nem sempre é fácil.. mas ja pensou em pegar ela mais cedo na escola (aparecer de repente até para dar uma incerta) e passar um tempo só com ela.. curtindo um pouquinho?!
Se der, tente.. e depois conta como foi!
Bj grande em vcs!

Michely Avanti disse...

Ow amiga eu me coloquei no seu lugar....a alegria da mudanca (vc muda uma semana antes de mim ;) ) e agora sua bebe desse jeito...nao tem coracao que aguente ne?
Conversa com ela...explica pq vc deixou ela no domingo...pergunta se esta acontecendo alguma coisa...da maneira dela ela vai falar, e nos maes sempre entendemos nossos filhos!
Espero que tudo se resolva.
BEIJOS

Nara Azevedo disse...

Nossa Muita força pra vc deve ter doido tanto, mas calma será que ela num ta com medo de ser mordida na escolinha tb?

Mamãe da Julia disse...

Nossa mãe até eu senti um aperto no coração, como eles sentem as coisas e ficam tristes mesmo né.
Vê essa mordida, tente saber como está na escolinha porque as vezes é algo que aconteceu lá e ela não consegue dizer.

Mamãe pela 2ª vez disse...

O poxa, amiga é difícil, vc tão feliz por se mudar, e acontece isso, imagino seu coração de mãe deve estar pequenininho.
Deus te de sabedoria para lidar com a situação, porque nessas horas eu nem sei o que dizer.
Sinta se abraçada por mim.

Mamãezinha disse...

Ei Amiga! Adorei sua visita, viu! Adoro seus comentários. Criança é mesmo assim, sinceras, transparentes, fortes e frágeis ao mesmo tempo. A boa notícia é que nós mães também somos frágeis e fortes. Sonda, investiga, questiona, brinca, enfim, invente uma maneira de descobrir porque a Bela está assim. Logo, logo, isso passa. Beijos em vocês duas!

Josiane Caetano disse...

Como seria bom se nossos bebês falasse...tanta angústia sairia do nosso coração!

ANTES E DEPOIS... disse...

Ai, guria... Que dor teu coração teve que suportar...mas, é assim. fazê o que? Até nossos anjos tornarem-se maiores e conseguirem verbalizar seus sentimentos, nós vamos cambaleando...
Quem sabe, a resistência dela em ficar na escolinha seja relacionada ao medo de que quando tu não estiveres por perto ela poderá ser mordida novamente? Vai ser uma nova construção de segurança... Conversa com ela; com carinho e atenção sei que conseguirás ajudar a tua bonequinha.
Beijos afetuosos e cheio de carinho pra vocês!
Beijos

Tathiana disse...

O q quer q a esteja aborrecendo, em breve vc vai descobrir.
Verifique se o único comportamento estranho dela na escolinha é não comer.
Meu baby se tornou outra criança qd passou a estudar de tarde e com outra professora.
Beijos.

*Brenda* disse...

Ai Si, também fiquei com um aperto no coração aqui por você....

Já conversou na escolinha com a professora??
As vezes é alguma coisa na escolinha ou ela tá querendo bastante mimo *-* (o que eu tenho certeza que deve ter de sobraaa!!! *___*)

Que tudo aí melhore.
Beijão pra vc e pra princesa!

Aline Patrícia disse...

Oi Si!! Sempre te vejo nos comentários de alguns blogs amigos e isso me despertou a curiosidade de vir conhecer vcs!!! E me identifiquei muitooooooo com seu post! Coração de mãe é assim mesmo o meu anda apertadinho, que até pra comentar aqui estou chorando!! Mãe bobona que eu sou rsrs!! Adorei seu blog e me identifiquei demais com vcs!!
Boa sorte ai, espero que tudo fique bem!!! Vou seguir vcs gostei muito daqui, até esse template eu já usei, estou me sentindo em casa!!
Bjos!!!
http://maeparatodavida.blogspot.com/

Futura mãmã disse...

Poxa...apertou meu peito sabe! aff que situaçao , espero que s resolva depressa..bj

Manu disse...

Nossa amiga... Que triste né? Imagino mesmo como vc está se sentindo. As vezes nem é nada demais, as vezes pode até ser. Mas óh não desiste. Conversa com ela, conversa mesmo. Crianças tem dessas mesmo. Dias estão bem e outros nem tanto. Assim como a gente né? Faz parte do ser humano. Inclusive isso faz parte tbm do crescimento dela. Só basta vc deixar claro, que por vezes nem sempre estará com ela fisicamente, mas que ela estará sempre contigo.

Falei coisa com coisa? Não tô nos meus melhores momentos. Mas a intenção foi ajudar.

Qualquer coisa grita.

Um forte abraço querida, gosto muito de ti.

Bjs

Victória disse...

Oie minha liinda que blog liindo *-* adorei conheçer obrigada por me seguir e to te seguindo de volta , sabe que vou fazer um sorteio de um banner lindo quando eu chegar a 50 seguidores , primeiro sorteio e que sorteio em moçinhas *-*
http://aminahsecretavida.blogspot.com.br/

ae esta meu blog *-*

Diário da mãe e da filha disse...

Ai amiga, fiquei com aperto no coração só de ler.
De coração, imagino como você deve estar se sentindo.

Pergunta na escolinha se fizeram alguma coisa com ela.

Beijos da sua amiga, Lilia

Renata disse...

poxa amiga espero que tudo se resolva viu! A Isa está lindaa e grandona...beijão

Juliana disse...

Oi querida, estava com saudades daqui!!! E cheguei bem nesse post tão sofrido para um coração de mãe. Bebel também é muito emotiva e sensível a mudanças e sofre muito. E eu sofro com ela.
A adaptação de Bebel na escola também foi lenta. Mas, um mês depois de entrar, ela já ficava sem chorar. No outro ano, com a nova professora (que era uma carrasca) Bebel voltou a chorar. E era um choro diferente mesmo. Chorava, não comia, e se insistissem pra ela comer, ela vomitava.
Corri ao pediatra e homeopata e eles me aconselharam a mudar de escolinha.
Mudei e foi a melhor coisa que fiz na vida!! Ela ama a nova escolinha. As vezes chora pra ficar, mas vejo que é só manha e chantagem com a mãe besta aqui. Mas lancha tudo e quando chego pra buscá-la, está feliz e não quer sair!
Veja se não é algo na escolinha. Você gosta da professora dela? Porque coração de mãe não se engana nunca!!
Mas, também pode ser algo que aconteceu no domingo que ela ficou sozinha. Ela levou a mordida de quem? Como foi a reação dos adultos que estavam com ela? Será que eles deram o apoio necessário após a mordida? Ou menosprezaram o sofrimento dela? Será que reclamaram com quem mordeu? Porque ela pode ter se sentido rejeitada e abandonada e aí, ficou com raiva de você, que é quem representa a maior proteção pra ela. Eça sente que era sua obrigação protegê-la da mordida, e você não estava. Daí pode vir a raiva e mágoa dela. E, pode estar com medo de ficar na escolinha e o sentir-se abandonada de novo!
Acho que você tem que conversar com a professora, com a diretora e com os adultos que cuidaram dela no domingo! Porque ela é muito pequena pra estar tão magoada assim!! Que Deus te ajude a encontrar o caminho certo!!!
Bjos!
Juliana Almeida
www.blogdabebel.com.br

Juliana disse...

Oi querida, estava com saudades daqui!!! E cheguei bem nesse post tão sofrido para um coração de mãe. Bebel também é muito emotiva e sensível a mudanças e sofre muito. E eu sofro com ela.
A adaptação de Bebel na escola também foi lenta. Mas, um mês depois de entrar, ela já ficava sem chorar. No outro ano, com a nova professora (que era uma carrasca) Bebel voltou a chorar. E era um choro diferente mesmo. Chorava, não comia, e se insistissem pra ela comer, ela vomitava.
Corri ao pediatra e homeopata e eles me aconselharam a mudar de escolinha.
Mudei e foi a melhor coisa que fiz na vida!! Ela ama a nova escolinha. As vezes chora pra ficar, mas vejo que é só manha e chantagem com a mãe besta aqui. Mas lancha tudo e quando chego pra buscá-la, está feliz e não quer sair!
Veja se não é algo na escolinha. Você gosta da professora dela? Porque coração de mãe não se engana nunca!!
Mas, também pode ser algo que aconteceu no domingo que ela ficou sozinha. Ela levou a mordida de quem? Como foi a reação dos adultos que estavam com ela? Será que eles deram o apoio necessário após a mordida? Ou menosprezaram o sofrimento dela? Será que reclamaram com quem mordeu? Porque ela pode ter se sentido rejeitada e abandonada e aí, ficou com raiva de você, que é quem representa a maior proteção pra ela. Eça sente que era sua obrigação protegê-la da mordida, e você não estava. Daí pode vir a raiva e mágoa dela. E, pode estar com medo de ficar na escolinha e o sentir-se abandonada de novo!
Acho que você tem que conversar com a professora, com a diretora e com os adultos que cuidaram dela no domingo! Porque ela é muito pequena pra estar tão magoada assim!! Que Deus te ajude a encontrar o caminho certo!!!
Bjos!
Juliana Almeida
www.blogdabebel.com.br

Cristiane disse...

Ah amiga que dozinha de vcs... Nas to achando que foi algo na escola viu... Pra recusar até comer e chorar tanto assim... Ou mesmo pode estar doentinha. O Bruno já teve infecção de garganta sem dar febre... ficava manhoso e chorãozinho quando era menorzinho... Tem algo nesta história viu!!! cris

Nine disse...

Morri aqui com vc! Tadinha! Nem sei o que te dizer, mas te deixo meu abraço e desejo de que logo isso passe e que não seja nda na escola! Beijos nas duas!

Carla Mãe da Maria Clara disse...

Oi flor.. só sendo mãe pra entender profundamente o que vc relatou, viu?.. E isso de ficar de mal acontece sim, a Maria Clara já ficou uma vez que menti pra ela. Foi uma mentira boba, mas magoei ela bem feio, sabe?...
Com o tempo nossas meninas vão entendendo mais as coisas.. e a gente pode falar com elas sim como se fossem adultas (pra deixar bem claro as coisas e também até aumentar o vocabulário delas, acredita nisso?)...
Bom é falar certinho: Filha, a mamãe vai limpar a casa, lá tem muita sujeirinha, vou te deixar na casa de fulano.. vc fez isso? Pode parecer bobagem, mas a gente se sente melhor e eles também, viu?...
Quanto à escola, a adaptação aqui também foi dose.. e sempre converso com as mães e dizem que sempre que acontece alguma coisa é pra desconfiar. No caso da Bebela, eu acho que o que houve foi que ela deve ter se sentido abandonada por vc no domingo e por isso ficou assustada em ter que ir pra escolinha... Qto a recusar lanche, estas coisas, aqui também aconteceu algo parecido.. e eu conversei na escolinha.. conversei bem sério.. e falei que a Maria Clara estava mto tímida ultimamente, que não falava com as pessoas como antes.. pedi para que dessem uma atenção especial pra ela.. que pedissem pra ela ajudar em algo, estas coisas.. e deu certo.. uns 3 dias depois da conversa a Maria Clara mudou da água pra o vinho. Tem dia que ainda rejeita as coisas, mas porque suco de maçã com hortelã ou coisas parecidas já sei que não agradam o paladar dela.. Q horas que a Bebela entra na escolinha?
Cheire, aperte, beije bastante ela aí que também ajuda mamãe, papai e Bebela :D
Beijo gostoso pra vcs!!
Carla e Maria Clara.

Carla Mãe da Maria Clara disse...

Aquiii, e quanto ao cinema.. a gente já foi a várias sessões.. é uma delícia poder compartilhar um momento agradável assim que seja também pra ela, né?...
Ela prestou muita atenção nas cenas do filme e algumas coisinhas eu conseguia explicar pra ela.. foi legal mesmo.
Se seu marido aí acha que ser pai de menina é só ver filme da xuxa, ou desenho, espere só pra ver mais o gostinho dela e acompanhe!! A gente adora, né? :D
Beijo de novo p vcs :-)

Iolanda Lopes - Verdades e Carinho de Mãe disse...

Si, a primeira vez que deixei a Mi em casa com minha ajudante, ou melhor, a primeira vez que fiquei algumas horas longe dela, qdo cheguei ela me ignorou, não queria saber de mim.
E dá uma dor, e um tantinho de raiva qdo vemos nossos pequenos machucados por alguma agressão.
Olha boa sorte na casa nova, Deus abençoe seu novo lar!
bju